segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Com o Cetro: Simone Moraes

Quadro para profissionais da Cultura Brasileira com perguntas fixas elaboradas por João Lenjob inspirado no Livro Entrevistas de Clarice Lispector. Outros Profissionais com o Cetro.

Simone Moraes, Catarinense, Atriz


Você critica seus próprios trabalhos?
Sempre. Faz parte e não consigo mudar. Critico porque poderia sempre ter experimentando algo novo, diferente. Mas, acredito que seja algo que faça parte da “arte” mesmo. Você olhar um trabalho seu na “telinha” ou “telona” e achar que ficou ótimo, pode parecer estranho. Se arte também é o questionamento. Como posso ficar satisfeita. Isso acontece mais quando o trabalho é gravado. Quando assisto a primeira vez, normalmente gosto muito, mas na segunda acho que poderia ter feito um olhar diferente, ou mudanças na interpretação do texto... Na terceira vou acrescentar mais algum detalhe, caso pudesse refazer. Quando a interpretação é no palco a sensação da autocrítica é diferente. E, vai variar certamente como a platéia responde. Ou seja, em certos dias você sente que algo maravilhoso aconteceu e que os “Deuses do Teatro” estavam presentes ali certamente. Em outros, talvez tenha faltado energia ou talvez o público não estivesse disposto a se “entregar” para a “viagem” na qual foi submetido! 

O que é o amor?
Amor é carinho, cumplicidade, admiração pelo outro, segurança. Leveza... E, serenidade!

As conquistas interferem na vida pessoal?
Muito. Agora por exemplo, estou morando no Rio de Janeiro desde abril do ano passado. Vim em busca de novos desafios na carreira de atriz. Digo isso, porque em Santa Catarina estava trabalhando mais como apresentadora e locutora do que como atriz mesmo. Gosto de atuar também nestas áreas da comunicação, acredito que com o passar o tempo isso tem ajudado a me tornar melhor atriz também e tudo vai somando. No entanto gosto do desafio do trabalho do ator e isso me realiza muito mais, me sinto mais completa. Como na maioria das decisões, uma escolha muitas vezes implica em sofrimento. Já que meus dois amores não estão aqui comigo, meu filho de 13 anos e o meu namorado moram na Ilha da Magia. Não é fácil. Mas, amo a minha profissão e quero continuar aqui, nesta cidade que sempre proporciona novos cursos, muitos testes. A produção é intensa. Novelas, filmes, seriados... Teatro!

Qual o maior momento da carreira?
Meus dias sempre são de expectativas. Estou sempre esperando resposta de algum trabalho. Uma ligação muda à rotina e pode mudar a vida! Mas, para citar um, o meu melhor momento aconteceu no ano passado quando recebi uma ligação da Rede Globo de Televisão para fazer uma participação na novela “Vida da Gente” quase não acreditei... Foi bom demais saber que o meu cadastro existia de verdade e que tinham assistido o meu vídeo. Foi emocionante. A Globo é referência não só nacionalmente como internacionalmente. Amei ter participado! Mas, se você perguntar qual é o meu sonho. Não vou responder que é fazer novela. Mas, sim atuar. E, atuar sempre! Seja no teatro, no cinema, dublagem... E, porque não nas próprias telenovelas.


Quando você sabe que vai dar certo algum trabalho? 
Difícil. A intuição nem sempre é clara, apesar de me sentir bastante intuitiva. Às vezes acho que poderia te feito um teste bem melhor e acredito que não vou passar e de repente o telefone toca! Outras, penso: “acho que este trabalho já é meu” e, no entanto não sou aprovada. É preciso ter calma e serenidade e estar sempre preparada. Para o sim e para o não. Sorte é fundamental e o tal do “perfil” sempre nos pregando uma peça... “Seu teste foi ótimo, mas infelizmente mudamos o perfil e você não se adequou.” É fato!


Como você acha que o Castelo pode 
ser exemplar ou inspirador através da sua pessoa?
Divulgando mais que em sou de verdade e o que eu penso. E, a todos que acabam influenciando na vida das pessoas, por sua profissão, exemplos e escolhas. Não apenas tendo acesso a minha carreira através dos vídeos postados por aí. É quem eu sou de verdade! Simples, dedicada e apaixonada pelo meu trabalho. 

O seu trabalho é a coisa mais importante de sua vida?
A saúde é o mais importante. A concentração e a determinação. A cabeça sempre boa, isso é o mais importante! O trabalho é uma conseqüência.


O que você mais deseja atualmente?
Seguir na carreira e ser testada sempre! Quero que as pessoas se emocionem e chorem comigo... Que reflitam. A arte tem o poder de reflexão e de identificação. É fantástico! 


Como as pessoas podem interferir no seu trabalho?
Estão sempre interferindo seja para o bem ou para o mal. Mas, acima de tudo amo cada ser humano que eu conheço e os que ainda não conheci. São eles que me inspiram na carreira. Mesmo os que um dia me fizeram mal, agradeço! Agradeço pelo aprendizado. 


Quais os profissionais da arte, moda, esportes, educação, saúde e afins você mais admira pela natureza profissional e pessoal?
Na arte vou citar uma pessoa que conheci há pouco tempo. Inclusive escrevi uma frase pensando nela: “Algumas pessoas simplesmente passam pelas nossas vidas. Outras deixam marcas para sempre. Você é para sempre...” Estou falando da Patrícia Carvalho-Oliveira, uma grande mulher! Destas que o mundo precisa e que fazem à diferença. Ela é preparadora de elenco, atriz, professora, poeta e muito mais! Na música gosto muito da Elis Regina, choro muito quando ouço. A filha dela, Maria Rita acho igualmente fantástica! Vou falar de outra cantora que a voz é incrível: Carla Bruni, pela sua voz linda, suave e pela elegância. Admiro muitas atrizes, mais tem uma que acho que têm um “q” a mais. A atriz francesa Audrey Tautou. E, não posso deixar de falar na Meryl Streep que dispensa comentários! Na moda admiro a Estilista Elaine Catarina, noiva do pai do meu filho! Acho-a fabulosa. Suas roupas, acessórios e bolsas são geniais e adoro o seu estilo irreverente de se vestir! É só uma questão de tempo para que o mundo a conheça! No esporte vou citar a Josiane Dias de Lima, minha ex-vizinha de Sambaqui, bairro de Florianópolis. A Josi como eu sempre chamei, deu a volta por cima, após ter sofrido um acidente de moto. Descobriu-se no remo adaptado e já ganhou muitas medalhas pelo mundo a fora. E, por fim na saúde vou falar de mais uma mulher. Juro que não foi proposital. Não que eu não admire alguns homens por aí, mas acho nós, mulheres, muito mais completas e fantásticas. Modéstia a parte, claro (risos)!! Na área da saúde não vou citar uma médica e sim uma massoterapeuta incrível, que trabalha com a medicina oriental, na qual acredito muito. Ela também é para sempre assim como a Patrícia mencionada acima. A Alê, como a chamo, tem mãos mágicas e uma sabedoria infinita. Um bruxinha do bem, maravilhosa! Nossa!! Lembrei de outra mulher que não posso deixar de mencionar, posso também carinhosamente chamá-la de bruxinha: Minerva! Vou citar um trecho do último livro da Patrícia Carvalho-Oliveira no seu livro “Orbital”: “Não tenho pressa, vou pelo caminho mais longo e mais bonito...”. Um beijo no coração de todos!


O nosso Editor Lenjob é amigo dela há pouco tempo, mas a admiração por esta atriz, que já fez cinema, TV, teatro, tudo, é intensa e imensa. Esperamos sempre tê-la por aqui. Mais informações da artista em seu Teste de Elenco ou contatos conosco.


Castelo do Poeta
Twitter: @castelodopoeta

Um comentário:

  1. Coitada... não conta que é prostituta né boneca

    ResponderExcluir