domingo, 27 de novembro de 2011

Com o Cetro: Iris Prates

Quadro para profissionais da Cultura Brasileira com perguntas fixas elaboradas por João Lenjob inspirado no Livro Entrevistas de Clarice Lispector. Outros Profissionais com o Cetro.

Iris Prates, Mineira, Atriz, Publicitária

Você critica seus próprios trabalhos?
Sim. Sempre acho que poderia ter feito melhor

O que é o amor?
Cumplicidade, respeito, olho no olho, cheiro de jasmim, liberdade, beijo na boca, corpo suado, conversa ao fim do dia, champagne com morango, o vento, a chuva, o sol, o recomeço. Mas tenho consciência de que o amor não se submete tão docilmente a tais definições.

As conquistas interferem na vida pessoal?
Tenho bem definido minhas perspectivas. As conquistas acrescentam, movimenta, inquieta. Dá sabor à vida pessoal. Estimula e deixa um sentimento de realização.

Qual o maior momento da carreira?
Tive a oportunidade de produzir meu próprio espetáculo. Esse foi o melhor momento da minha carreira. O aprendizado, as dores, o medo, a realização.

Quando você sabe que vai dar certo algum trabalho?
Eu sempre acho que vai dar certo. Não há uma receita. Há sim, muita vontade e empenho. Mas mesmo que o trabalho não seja sucesso de público, é sempre engrandecedor, sempre aprendemos alguma coisa.

Como você acha que o Castelo pode ser exemplar ou inspirador através da sua pessoa?
A iniciativa de ter um site que transpira cultura já é totalmente exemplar e inspirador. Tenho a possibilidade de conhecer novos artistas, me deliciar com os poemas do João Lenjob e até mesmo fazer parte dessa corte. Um brinde ao Castelo (brindamos com você Iris)!

O seu trabalho é a coisa mais importante de sua vida?
Não é a mais importante. É uma das coisas mais importantes. O trabalho me completa, me realiza, é definitivamente, uma paixão. Mas existem outras coisas de extrema importância em minha vida. Definir essa hierarquia é bem complexo pra mim. Mas sou responsável, quando assumo um trabalho levo o profissionalismo ao pé da letra.

O que você mais deseja atualmente?
Produzir um espetáculo.

Como as pessoas podem interferir no seu trabalho?
Não sou muito permissiva nesse sentido. Abro poucas exceções. Mas gosto de beber da fonte de algumas pessoas. Experiência e conhecimento é sempre uma boa troca.

Quais os profissionais da arte, moda, esportes, educação, saúde e afins você mais admira pela natureza profissional e pessoal?
Fernanda Montenegro pela sua trajetória, simplicidade, pelo seu talento. Paulo Autran pela capacidade de me fazer sorrir e chorar ao mesmo tempo. Pura Poesia. Clarice Lispector por me revelar em cada palavra dos seus livros. Florbela Espanca por transformar a amargura e dor em sonetos tão densos e ao mesmo tempo puros. Outros tantos profissionais que me inspira, que me faz transpirar, que me revira a alma, que me faz repensar e muitas vezes transformar o pensamento em palavra: Maria Bethânia, Ney Matogrosso, Chico Buarque, Gonzaguinha, Elvis e os artistas do meu cotidiano, amigos próximos.

A atriz em epígrafe sempre foi presente no Castelo através de curtas e presenças nos quadros quadros Verso Liso e Sobre o Tempo. Lenjob tem um carinho especial por ela e acredita ser recíproco.

Castelo do Poeta
twitter: @castelodopoeta

5 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. teia eletronica disse...

    Essa entrevista expressa o talento, simplicidade, charme, glamour.... Desse belissima profissional, esse talento junto com tudo dito acima, já veio aflorado na alma dessa feliz criatura!
    Nádia Soares

    ResponderExcluir
  3. Quanto mais conheço a Iris, mais percebo a grande paixão que ela tem por tudo relacionado a arte e cultura! Ela tem conhecimento muito vasto e sua criatividade é um presente para todos nós!

    ResponderExcluir
  4. "...o vento, a chuva, o sol, o recomeço". Adorei sua simplicidade - e sofisticação - em definir o amor. Lindo! Beijocas, Luiz

    ResponderExcluir